START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

O que é?


A Segurança no Trabalho é uma atitude deontológica no mundo empresarial, para além de uma obrigação legal da entidade empregadora. Esta visa  a prevenção dos riscos profissionais integrando os conjuntos de medidas que são adotadas de modo a minimizar os acidentes de trabalho, doenças ocupacionais, bem como proteger a integridade do trabalhador. Esta deve ser encarada como um investimento e não um custo.

Minimização de acidentes de trabalho


Minimização de doenças ocupacionais


Proteção da integridade do colaborador


Auditorias SST


Auditorias técnicas altamente especializadas avaliando o cumprimento rigoroso dos requisitos legais, assegurando a informação indispensável para a tomada de decisões pela gestão. Estas auditorias são orientadas por uma lista de verificação que conduzem a relatórios com elevada objetividade.

Avaliação do Risco


• Identificação dos perigos e riscos associados a tarefas / posto de trabalho

• Quantificação dos riscos

• Entrega do relatório da avaliação de risco e respetivo plano de controlo, com medidas corretivas e preventivas para as situações avaliadas, de acordo com a legislação em vigor

• Acompanhamento e revisão

Avaliação condições físico/químicas do ambiente de trabalho


– Avaliação ruído ocupacional

– Avaliação da iluminância

– Avaliação conforto térmico

– Despiste dos agentes químicos através de tubos colorimétricos

Máquinas e equipamentos de trabalho


Identificação e avaliação de riscos das máquinas (verificação dos elementos móveis, órgãos de transmissão, dispositivos de segurança em falta, etc.) Avaliação de riscos por posto de trabalho, com emissão da respetiva instrução de segurança do posto.

Estudos Ergonómicos


A Ergonomia estuda os diversos fatores que influenciam o desempenho do sistema produtivo e procura reduzir as consequências nocivas causadas sobre o trabalhador: FADIGA, STRESS E ACIDENTES.

Para a análise ergonómica de postos de trabalho procedemos à utilização de checklists para identificar a necessidade de intervenção ergonómica a partir da identificação de indicadores e da técnica generalista EWA (Ergonomic Work Analysis)

O Método de RULA (Rapid Upper Limb Assessment) serve para avaliar a exposição de indivíduos a posturas, forças e atividades musculares podendo contribuir para o desenvolvimento de LER.

Produtos Químicos


Implementação de um sistema de operacionalização das fichas segurança dos produtos químicos, descodificação da informação técnica para se tornarem claras pelos trabalhadores, quer quanto ao manuseamento quer quanto às medidas a adotar em caso de acidente e afixação das mesmas nos locais de trabalho.

Equipamentos de Protecção Individual (EPI’S)


Os Equipamentos de Proteção Individual além de essenciais à proteção do trabalhador, visando a manutenção da sua saúde física e proteção contra os riscos de acidentes do trabalho e/ou de doenças profissionais e do trabalho, podem também proporcionar a redução de custos ao empregador.

Desta forma colaboramos na escolha e seleção de equipamento de proteção individual mais adequado ao trabalho ou ao tipo de tarefa que o trabalhador exerce, na realização das fichas comprovativas de entrega de equipamentos de proteção individual aos trabalhadores.

Um bom empreendedor zela por todos os aspetos de sua empresa e isso inclui também o bem estar e segurança de seus colaboradores.

Formação e Informação relativa a SHST


Formação e informação aos trabalhadores no domínio da segurança, higiene e saúde no trabalho, tendo em conta as respetivas funções, postos de trabalho e respetivos riscos a que podem estar sujeitos:

Sensibilização de Higiene e Segurança no trabalho;

Ruído;

Movimentação manual de cargas;

Ergonomia;

Equipamento de proteção individual;

Prevenção e combate a incêndio;

Evacuação e Emergência.

Acidentes de Trabalho


Análise e estudo de acidente de trabalho, com a emissão do respetivo relatório;

Organização anual do dossier de acidentes de trabalho;

Realização do Relatório Anual de Sinistralidade;

Elaboração da Lista Anual de Acidentes de Trabalho.

Relatório Único


Realização do Relatório Único – Anexo D referente aos Serviços de Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho com o envio do relatório às autoridades competentes.

Medidas de Autoproteção - 1ª e 2ª categoria de risco


A concretização das medidas de autoproteção está de acordo com a atual legislação em vigor, o decreto-lei 220/2008, de 12 de Novembro, regulamentado pela Portaria 1532/2008, de 29 de Dezembro, respeitando, também os requisitos presentes no Novo Regulamento de Segurança Contra Incêndio.

A autoproteção e a gestão de segurança contra incêndios em edifícios e recintos, durante a exploração ou utilização dos mesmos, baseiam-se nas seguintes medidas.

1.Registos de Segurança

2.Procedimentos de prevenção

3.Plano de prevenção

4.Procedimentos em caso de emergência

5.Plano de emergência interno

6.Acções de sensibilização e formação em SCIE

7.Simulacros

As medidas de autoproteção, serão determinadas em função da utilização-tipo em questão e respetiva categoria de risco.

Peça-nos uma Proposta

Garantimos resposta rápida, com o máximo de sigilo, sem qualquer compromisso e custo.